21 agosto 2007

Batalha



É assim que tenho me sentido: no meio de uma batalha.
(clique na imagem para ver uma versão ampliada)

Parece uma avalanche de trabalho. Se os trabalhos normais já estavam chegando num ritmo acelerado, consumindo manhãs, tardes e noites, acabei entrando num projeto enorme para compor trilha e mixar: 25 programas da série Telecurso 2000 da Fundação Roberto Marinho.
Isso significa que os fins de semana foram engolidos pela avalanche também.

Mas esse não é um post de reclamação. Muito pelo contrario: é um post de alegria, e para dar uma satisfação para quem passa por aqui e sente a falta de posts novos.

Um breve resumo do que andei fazendo (só vou citar as coisas mais legais):
- Trilha sonora e sonorização para uma animação da UOL, apoiando o festival AnimaMundi.
Aqui dá pra assistir essa pequena animação:
http://composersforum.ning.com/video/video/show?id=773368:Video:5806

É mais pesado do que se fosse no Youtube, mas a qualidade é bem superior e o som é estéreo.

- Trilha sonora para 2 videos sobre como é feito e distribuido o gas para um museu da Comgas.
Adoro esse tipo de trabalho. Apesar de ser insitucional, de no fundo estar vendendo a empresa, acaba tendo um carater muito mais de documentário, muito mais liberdade para criar e compor em estilos diferentes, sem ter que ser tão sisudo.

- Sonorização e mixagem de uma série de 10 videos (animação) para a Unilever sobre segurança, cuidados no uso de email, etc. Bem divertido. Com direito a espião, efeitos sonoros de desenho animado antigo, bem caricato.

- Video para a exposição da coleção de arte do Sattamini, que está vindo para o MASP.
Nesse tipo de trabalho dá pra ser bem conceitual, abusar da liberdade artística, e compor coisas que normalmente um cliente comum recusaria. Dá pra ser moderno e arrojado sem medo. Ainda mais que essa coleção de quadros é basicamente de modernistas.

Além de tudo isso tem os programas do Telecurso, que já falei antes. Em breve vai dar pra ver esse trabalho na Globo, canal Futura e TV Cultura.

Bom, deixa eu voltar pro batente que já gastei mais tempo aqui no blog do que podia.

Ps: a gravura acima chama-se Supreme Battle e é do ar´tista Scott Campbell