24 novembro 2008

Tributo a Freddie Mercury - 17 anos de sua morte

Em 24 de novembro de 1991, Freddie Mercury faleceu em decorrencia de complicações provocadas pela AIDS em sua casa, em Lodres, aos 45 anos, um dia após ele ter admitido publicamente que era HIV positivo.

Durante a carreira do Queen, eles colocaram mais de 40 singles entre os Tops 40 UK (parada de sucesso inglesa), incluindo a mais famosa no nº 1 “Bohemian Rhapsody” lançada em 1975.





17 anos depois, ao ser incluída no filme Wayne´s World (Quanto mais Idiota Melhor), a música atingiu o 1º lugar novamente nas paradas de sucesso na Inglaterra e pelo mundo afora, acontecimento único na história da música. Hoje é quase impossível ouvir essa música no carro sem balançar a cabeça como os personagens do filme.





Uma das músicas que eu mais gosto do Queen é “Love of my Life”.

Essa música tem uma história muito interessante.
Freddie Mercury compôs essa música para um antigo amor dele, Mary Austin, que foi sua namorada por 6 anos antes dele assumir sua opção sexual por homens, e foi sua melhor amiga até o fim da vida. Mary Austin herdou a fortuna de Freddie quando esse morreu.

Aqui um “making of” da gravação da música, contando um pouco sobre essa história de amor verdadeiro.





E uma vídeo super conhecido nosso, da apresentação do Queen no Rio de Janeiro, 1985.

Ele praticamente não canta, mas deixa o Maracanã inteiro cantar... e apesar disso (ou justamente por isso), o público vai ao delírio. Isso é que é artista, isso é que é domínio de palco!


Um comentário:

Ken disse...

Saudades do Freddie. Para mim, ele era como o sol. Os que ouço nas rádios hoje parecem meras estrelinhas...